Amizade

Amizade
A amizade abafa as nossas tristezas e faz renascer as nossas alegrias

domingo, 28 de fevereiro de 2010


Olá amigas!
Depois de umas férias forçadas aqui estou eu, com muitas saudades do meu bloguinho. Confesso que ainda com muitas dificuldades, mas aqui vou eu descrever um momento de leitura. Pois é, falo do livro que a minha amiga me emprestou e que deixei para ler no dia “nervoso para mim”. Enquanto esperava para ir para o bloco operatório li o livro “PEGADAS NA AREIA” e digo-vos que a primeira impressão era um pouco chato derivado a falar sempre de Deus. Mas o mais impressionante e para algumas pessoas pode ser “palermice”, é que me ajudou naquelas horas de angustia. Talvez porque era bom agarrar-me a algo para não pensar no sítio onde estava e porque estava, ou porque simplesmente, este livro nos faz reflectir nas coisas preciosas da vida. Poderia vos contar alguns momentos em que ele me ajudou, mas apenas vos digo leiam, mesmo que não acreditem em DEUS, mesmo que não pratiquem qualquer religião, certamente vos irá inspirar e vos dará ainda mais razões para lutar e viver uma vida feliz. Antes de deixar um poema dele muito conhecido, quero agradecer por me darem apoio nesta fase, à minha família, às minhas amigas uma beijoca, mas principalmente aos meus filhotes.

Uma noite eu tive um sonho...
Sonhei que estava andando na praia com o Senhor
e através do Céu, passavam cenas da minha vida.
Para cada cena que se passava, percebi que eram deixados
dois pares de pegadas na areia;
Um era meu e o outro do Senhor.
Quando a última cena da minha vida passou diante de nós,
olhei para trás, para as pegadas na areia
e notei que muitas vezes, no caminho da minha vida
havia apenas um par de pegadas na areia.
Notei também, que isso aconteceu nos momentos
mais difíceis e angustiantes do meu viver.
Isso entristeceu-me deveras, e perguntei então ao Senhor.
- Senhor, Tu me disseste que, uma vez
que eu resolvi seguir-Te, Tu andarias sempre
comigo, todo o caminho.
Contudo, notei que durante as maiores atribulações do meu viver
havia na areia dos caminhos da vida, apenas um par de pegadas.
Não compreendo porque nas horas em que mais necessitava de Ti,
Tu me deixaste sozinho."
O Senhor me respondeu:
"- Meu querido filho. Eu te amo e
jamais te deixaria nas horas de provação e sofrimento.
Quando viste na areia, apenas um par
de pegadas, foi exactamente aí que nos meus braços te carreguei."

Margaret Fishback Powers - Eu Tive Um Sonho

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts with Thumbnails