Amizade

Amizade
A amizade abafa as nossas tristezas e faz renascer as nossas alegrias

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Desabafo de tristeza





















Nesta madrugada não conseguia dormir, a revolta de dentro de mim afoga-me, suspirei diversas vezes até que me levantei e fui à varanda. Aí encontrei ar fresco e puro. Olhei para o céu, estava como me sentia, revoltado. Tirei fotos para verem se não tenho razão.

PRETO NO BRANCO

Madrugada
temporária lucidez
insensata, ata, desata
crua solidão...
Dou-me asas
e o preto lápis borra o papel
branco...
Solto palavras
amarro-as no canto...
Revolto, volto
amasso a folha
entrego às traças
e tudo não passa
de um grande borrão
olho ao redor
aborto meu pranto
adormeço exausta
lápis e papel no chão!

ALINE ROMARIZ
http://ospoetasamigos.zip.net/arch2007-04-01_2007-04-07.html

Algumas pessoas passam pela nossa vida, como se fossem um furacão, de tal forma que estragam tudo, ao mesmo tempo que por maldade, por desprezo pelo próximo, por egoísmo pois pensam que têm o mundo só para eles. Destroem tudo, roubam o que temos de mais bonito, a esperança, a confiança e a alegria. Deixam marcas profundas.
Quando se vão embora, fazem-nos acreditar que nada somos, que nada valemos, não fazemos falta à humanidade, não servimos para nada. Mas será que são felizes assim? Pisando tudo e todos à sua volta? Pergunto-me a mim mesma, o que se passa com as pessoas, onde está a dignidade, a sinceridade, o respeito? Se calhar estão a morrer como as nossas florestas. E cada vez menos se encontra menos humanos e mais máquinas humanas….
Estes poemas encontrei na internet e adorei, espero que gostem:
Nos momentos em que apenas conversava comigo mesma, e ouvia apenas a minha própria voz: A voz do meu pensamento... e nessas vozes, eu ouvi esta história:
"Criei um mundo que era só meu, com muros e grades, mas sempre quis que lá houvesse uma ponte! Sempre... só que bem no fundo, mesmo no fundo....
A ponte poderia trazer alguém do mundo exterior ao que tinha construído... e isso implicava grande força de mim!
Implicava:
Aprender amar a vida!!!
E fui aprendendo, bem ou mal, não sei.... se aprendi? Sim, aprendi!... Tudo? Não! isso não!
Ainda tenho um caminho a percorrer... e nesse caminho sei algumas das coisas que tenho de emendar... Tantas!
E na ponte que construi, foi chegando gente, umas passaram, outras ficaram... mas todas deixaram marcas! e com elas... aprendo a viver!
E nessa ponte ... continua a chegar gente, pessoas que entram directamente ao coração sem pedir licença... e depois...
depois torno-me uma criança ...(que as vezes tem as suas birras)
ahhh ainda tenho tanto que aprender.... "

"Neste espaço a si próprio condenado
Dum momento para o outro pode entrar

Um pássaro que levante o céu
E sustente o olhar
....................................
Com a tristeza acender a alegria
Com a miséria atear a felicidade
E no céu inocente da visão
Fazer pulsar um pássaro por vir
Fazer voar um novo coração"...
Alexandre O'Neill

“Tristeza é quando chove
quando está calor demais
quando o corpo dói
e os olhos pesam
tristeza é quando se dorme pouco
quando a voz sai fraca
quando as palavras cessam
e o corpo desobedece
tristeza é quando não se acha graça
quando não se sente fome
quando qualquer bobagem
nos faz chorar
tristeza é quando parece
que não vai acabar”
Martha Medeiros

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts with Thumbnails