Amizade

Amizade
A amizade abafa as nossas tristezas e faz renascer as nossas alegrias

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Não sei nada sobre o amor


Aqui vai mais um livrinho que gostei de ler, por isso vou partilhar. Não é nenhum romance ou uma história de finais felizes, não nada disso.
Neste livro é relatado a vida de três mulheres: Maria da Glória (avó e mãe), sua filha Maria da Puficação, Maria Clara, filha desta. Ao mesmo tempo vai relatando como era o nosso País nessas épocas e quais as consequências e mudanças que provocavam na vida das suas personagens. Umas das referencias que me chamou a atenção foi o facto de mencionar as pastilhas Gorila e os Livros da Anita, pois actualmente a escolha do mercado é tanta que já nem se lembramos do tempo em que só havia essa marca de pastilhas. Aconselho a lerem.

"Quando desceu o riacho, mantilha na cabeça e coração aos pulos, Maria da Glória não sonhava que aquele encontro fortuito com o macho da aldeia iria marcar para sempre a sua vida. Esperava sair dali com namoro anunciado e quem sabe até casamento marcado. Saiu à pressa, com a roupa ensanguentada, as entranhas viradas e a semente de Maria da Purificação na barriga.
Estava lançado o destino de das mulheres desta família na qual as palavras prazer, carinho, paixão e amor permanecerão para sempre num mistério."

"Iniciou a vida sexual aos 14 anos com um colega de colégio, um "beto" como ela. Foi o primeiro de vários relacionamentos sem paixão ou sentimento. Na esfera social de Benedita, estes relacionamentos cirúrgicos não podiam chamar-se "curtes" ou "amizades coloridas". Eram amigos que exploravam a sensualidade sem deixarem que os corpos encontrassem o caminho para a transcendencia. E antes de serem adultos já eram indiciduos marcados pelo desencanto. Não era um bom augúrio."

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts with Thumbnails